Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



novas histórias de penélope - a sereia

Quinta-feira, 28.06.07


(imagem http://www.rafaeltrelles.com/espanol/obras1977.html)



está quebrado o mastro
e as cordas deslaçadas
jaz a nave sob espuma
naufragada

quando doente de sonho adormeceu
a locura dos deuses recebeu

está quebrado o mastro
ao longe os companheiros
numa jangada

a voz de lorelei
está embargada
pela força com que ulisses se espanta
de a sereia abraçar
enquanto canta

está quebrado o mastro
mas na vela a viagem continua
na imagem do seu rastro

as vagas
ulisses no sonho inquietaram
e as algas
todo o sonho devoraram

para não retorno
ulisses as cordas deslaçou
e no palor da alva estremunhada
com lorelei dançou

mas de repente
enquanto a sereia canta
por si só ulisses se levanta

nos seus ouvidos ruge a primavera
soltam-se dos cantos as seduções
o silêncio é um hino
as multidões
reparam nas estrelas

ulisses é a força
a viagem
a aventura

o mito do regresso
é a textura
que faz de ulisses
meu irmão

os cantos das sereias
muitos são
mas por mais braços
nos cinjam a cintura
partiremos sempre
à procura
dessa penélope
que espera em vão

ulisses por si só
do abraço se levanta
a seus pés
a sereia já não canta

como um sorriso do céu
a nova lua cheia
nos encanta
Posted by Picasa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Carlos Alberto Correia às 14:15