Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Memórias 9 - o amor da minha amada

Sexta-feira, 25.07.08



o amor da minha amada

não é só os lábios mas o modo de beijar


mais que os olhos de olhar

é a saudade distância

o amor da minha amada


nos tempos desse amor (ela uma rosa)

tacteei-lhe a medo o corpo

e mais afoitamente conheci-lhe os desejos


em cada pétala do seu corpo

eu fui o estame o pólen

e até me abri em asas de abelha


o lume que ela era todo ternura

queimou-me carne a carne


cada vez que a mim cedia

conquistava-se um pouco mais


de cada tentativa de pecado

saíamos mais puros e transigentes


às vezes vivíamos na calma das noites estivais

e outras não

fomos mistério e conquista

nunca duas vezes o mesmo


foi nestas lutas que o amor da minha amada

me conquistou


nunca as palavras nos custaram

nem nos envergonharam os sentimentos


construímos teorias destruímos preconceitos

um dia descobrimos que não éramos perfeitos
Évora, Fevereiro de 1968

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Carlos Alberto Correia às 11:41


5 comentários

De Lord of Erewhon a 27.07.2008 às 06:31

Poesia tão bela, bem merecia mais cuidado de blogger na sua apresentação.

De Carlos Alberto Correia a 27.07.2008 às 12:35

O blogger confessa a sua ineficiência gráfica. Nada é perfeito...

De ANTONIO CAMBETA a 31.07.2008 às 12:05

ILUSYRE POETA CARLOS, SEUS POEMAS SÃO MARAVILHOSOS, POR CÁ TENHO PASSANDO INÚMERES VEZES E TENTANDO POSTAR O MEU COMENTÁRIO SEM SUCESSO, VEREMOS HOJE.

UM ABRAÇO AMIGO

De Carlos Alberto Correia a 31.07.2008 às 17:42

Viva Tói:

Prazer em ter notícias tuas. Também vou passando pelo teu blogue e lendo os teus relatos poéticos. São uma verdadeira crónica de costumes e lugares. Nunca deixo comentários porque o teu blogue os não recebe. Mas vou sempre visitando a tua produção e, por vezes comemtando-a com o nosso comum amigo Kira.

Um abraço amigo

De ANTONIO CAMBETA a 02.08.2008 às 14:00

CARISSIMO VELHO AMIGO VIT, EU TAMBÉM SÓ HÁ POUCO TEMPO DESCOBRIR A FORMA DE POSTAR O COMENTÁRIO NO TEU BLOG, ANTES NÃO CONSEGUIA, NO MEU TODOS PODEM POSTAR LIVREMENTE.

AO LADO NA BARRA DA DIREITA TEM LÁ ESSA INDICAÇÃO E NO PRÓPRIO POEMA EM BAICO IDEM.

TENHO O OUTRO BLOG ONDE ESCREVE E NARRO AS MINHAS VIAGENS, COISAS DE MACAU E AGORA SOBRE OS JOGOS OLIMPICOS, QUANDO PDERES DÁ UMA OLHADELA.

EU SOU DIZIA O OUTRO ESTOU SEMPRE EM CIMA DELAS, E DO BLOG DESDE QUE TIVE CONHECIMENTO DELE.

UM ÓPTIMO FIM DE SEMANA E UM ABRAÇÃO DO TAMANHO DA DISTÂNCIA QUE NOS SEPARA.

Comentar post